25 de mai de 2010

A você

Eu te admiro sabia?
Sempre centrado
Sempre calmo
Mesmo que disfarçando
Mesmo que fingindo
Admiro sua atitude pé no chão
Aquele que fala de forma clara
De forma doce
Quando já não dá mais
Diz apenas: “é melhor seguirmos nossos caminhos”
Seguimos
Passamos
Fomos
E agora somos
Outras pessoas
Vivemos outros mundos
Sonhamos outros sonhos
Mas desejo
Desejo teu bem
Sempre

Mesmo distante
Mesmo vago
Mesmo inexistente!

18 de mai de 2010

Presa de si

Seus pensamentos estão soltos
Mas seus cabelos presos
Como peças de um quebra-cabeça que nunca se encaixam
Ela mistura gosto e pele
Sonhos e pesadelos
Dias e noites
As figuras, agora em terceira dimensão a confundem
Ao mesmo tempo que quer seguir
Recua
Busca refúgio num passado
Passado não tão bom
Passado que talvez só traga comodidade
Só faça repensar em tudo que a faz "redoer"
Respira fundo
Fecha seus olhos
E deixa sua última lágrima cair
Olha sua última lágrima e sorri
E enquanto ela seca, seu coração bate mais forte
E assim, ela solta seus cabelos

9 de mai de 2010

Incondicionalmente

Um dia
Depois outro
Um de cada vez
Foi assim que ela me ensinou
Foi assim que ela viveu
De forma calma, porém forte ela esteve por perto
Até quando não dava mais
E foi assim que eu a segui
Por caminhos tortuosos, difíceis, mas jamais de desistir
Hoje o dia é dela
Aliás, todos os dias o dia é dela
Saudades
Do abraço
Do beijo
Das palavas
Mas faço do seu exemplo
O meu passo

  © Blogger template Werd by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP