28 de jan de 2008

Quero tanto...

Quero tanto um amor
Que acabo engolindo meus sentimentos
Atravessando meus pensamentos
E esquecendo quem sou
Quero tanto
Que já escrevi sobre ele várias vezes
Desenhei em papéis
Rabisquei na areia
E escrevi no ar seu nome
Este nome que ninguém conhece
Este nome que é só meu
Que vive em minhas preces!
Nesta ânsia de um amor
Desenterrei amores
Resgatei passado
Enterrei presente
E esqueci do futuro
Voltei a fita no mesmo ponto
No ponto do que já fui
E por ter ido
Já foi (mas não percebo)
Por querer tanto esqueço de respirar...
E acalmar a mente
Relaxar
E pedir em prece que eu traga para mim
Aquele amor sim
Seu nome
Não falo
Meu nome
Passado...

k.c.c

23 de jan de 2008

Se este menino soubesse...

Ele ri (apenas por fora)
Sente-se sozinho
De lado
Largado
Tenta se achar
Mas se perde
Num mundo que ele mesmo criou
Que mistura sonho de realidade
Este mundo perdido
que ele vive
Faz dele menos feliz
Vive lá
Conversa aqui
Diverte-se
Mas sempre falta alguma coisa
Coisa que ele nunca acha
Ele ainda não percebeu
Que está assim
Porque não sabe quem é
E que por isto a vida não faz sentido
E finge
Que é feliz
Que tem amigos
E até algumas namoradas
Finge que a vida é boa
E que não chora nas madrugadas
O que falta para ele
É dar a chance às pessoas certas
É tirar a máscara e dar a cara para bater
É sentir o vento no rosto
É viver!!!

20 de jan de 2008

O que não sei

Um amor assim
Escondido
Timido
Sozinho
De lado
Um encanto assim
Forte
Recíproco
Uma parte de mim
Dizendo sim
Uma parte de mim
Lutanto para o não
Você
Esplendidamente perfeito
Feito sob medida
Medida para mim
Do meu jeito
Jeito que eu gosto
Gosto que não provei
Desejo proibido
Do gosto que não sei

18 de jan de 2008

Como se não bastasse

Seus olhos me enganando
Sua boca me traindo
E suas palavras te denunciando
Como se não bastasse
A vida passando
Alguém te amando
Um amor acabando
Como se não bastasse minhas dúvidas expostas
Do sonho acordando
Da cama saindo
Dos gerúndios dizendo
Como se nao bastasse
A hipocrisia calando
O dinheiro comprando
A bolsa roubando
A fila da miséria não cessando
Uma empresa falindo
Como se não bastasse tudo isto
Você ainda me diz: estou te amando!

16 de jan de 2008

Quem espera?

É a vida que espera de mim
Ou eu que espero dela?
Ainda nao descobri

Às vezes julgo demais
Outras vezes acho que ela é minha amiga

Na verdade não tenho que esperar nada
É ela quem espera, o tempo que for preciso
Para que eu chegue nesta conclusão
O tempo, como aliado da vida
Também espera
Calmamente
Dia após dia
Que eu não dependa dele para nada
O tempo e a vida
Sem pressa
Esperam que eu depressa
Entenda que o importante
Não é esperar
É realizar!

k.c.c

11 de jan de 2008

Convite

Ainda não escolhi a roupa
Só sei do perfume!
Ainda não sei onde vamos
Só sei que será bom
Ainda não sei o que vamos fazer
Mas confio
Desta vez teremos um encontro!
Sem aquele nervoso
Sem abrir o guarda-roupas procurando desesperadamente a roupa que melhor tiver
Escolho na hora
Desta vez não vou ter insonia
Não tenho dúvidas
Não vou pensar no que dizer
Assunto não vai faltar
Não preciso falar devagar para demonstrar tranquilidade
Não preciso falar sobre algum livro para mostrar inteligência
Discutir algo que nem sei bem
Se não sei, não sei
Não preciso ser quem não sou
Não vai adiantar
Não preciso de jogos, caras e bocas
Só de mim
E isto basta

8 de jan de 2008

Entre as curvas...

Meus defeitos indigestos
Que por muito tempo torturaram meus pensamentos
A opinião rude do outro com a sutileza inadequada

Eu, estática
Parada diante de agressões que nem sei se cabiam a mim
A minha opinião dizendo não a cada parte do meu corpo
De repente: libertação!
Algemas soltas na prisão de mim
Meu corpo flutua, livre de qualquer obstáculo ou pedra

Hoje me amo...

Aquele corpo que não se encarava diante do espelho, sorri
E diz todos os dias o que demorei tanto para acreditar!
A beleza vem de dentro para fora e se transforma em energia.
Energia que explora cada parte de nós e nos faz ser quem somos!
Em cada marca do nosso corpo
Em cada nova ruga
Em cada quilo a mais
Ou em cada estria que surge

Afinal, sou mulher e não uma boneca de plástico!

Só meu corpo sabe onde percorri
E com quem me encontrei
Tenho sentido e motivo
Tenho essência, vibração, energia
Tenho celulite... e por que não? rs
Tenho o que a vida permite eu ter e ser
Tenho amor próprio
E se alguém me disser que isto é pouco

Deixa pra lá

k.c.c

Achismo

Funciona mais ou menos assim:
Ela não te fala o que pensa porque acha que você já sabe.
Você não imagina o que ela tem para dizer, mas tem certeza que ela já sabe o que você quer falar.
Ela, por achar que já deu indiretas e dicas suficientes (mulher sempre acha isto) não fala nada e você se cala.
Um belo dia, os dois se cansam e não se falam mais.
Ela, porque acha que pelo fato dele saber o que ela pensava, não tomou a atitude devida e se zangou.
Você, por achar que ela sabia de tudo, achou melhor deixar pra lá.
No final, nenhum dos dois disse o que queria por supor que todos sabiam.
(o caso se embola entre vocês dois, faço idéia entre a sociedade inteira)

Passado anos, vocês se reencontram!!!
Ela decide dizer aquilo que nunca falou, mas que sempre achou que você soubesse!
Você leva um susto! Ela também!
Os dois pensavam a mesma coisa, só que você pensava que ela jamais acharia isto.

Hoje, vocês já estão em outro tempo, outra vida
E agora?
Os dois sabendo o que realmente queriam dizer se afastam!
E o que podia ser uma linda história juntos, acabou assim...

A vida é muito curta para "achismos"
Não ache, tenha certeza!
Não morra com a dúvida, questione!
E se alguém achar estranho, não ligue, é apenas mais um "achista"...
Ele apenas acha, mas nunca procura!

1 de jan de 2008

OBRIGADO (A)

As pessoas se perdem
Por conta de pouco
Brigam por nada
Choram por tudo
Agradecem quase nunca
Mas pedem o tempo inteiro
Quando não é por dinheiro
É por um grande amor
Quando não é por saúde
É por uma casa maior
Se não é de frio
É de calor
E é por isto que as pessoas se perdem
Elas não sabem quem são
E o que querem
Elas não sabem agradecer
Porque nem sabe do quê
Elas pedem, choram e quase nunca percebem
Estas pessoas,
Aquelas pessoas
Eu ou você
Não sabemos agradecer!

k.c.c

  © Blogger template Werd by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP