12 de set de 2010

Regras

Você não pode diminuir a velocidade
Nem correr demais
O radar registra quando você corre
Tem que se preparar para o impossível e sorrir para o improvável
Aceitar a mão que te indica
E perceber se ela te perturba
Esperar uma mudança, mas fazer acontecer
Lutar, não com armas, mas com gestos
Respirando pensamentos alheios
Olhando paisagens distantes
Somando perdas e ganhos
Equilibrando o prazer e o doer
Atirando a dor para onde ela for
Sem te levar
Pois levar a dor consigo
É fazer mais um corte
Criar mais uma cicatriz

É não poder chorar
E se chorar, que seja sozinho, parado no farol vermelho
No momento em que ninguém te vê

E se sorrir
Que seja pouco
Para que ninguém atrapalhe sua felicidade
Enfim, viver é simples
Basta apenas respirar!

6 de set de 2010

O último

Agora que cheguei até aqui
Agora que olhei para trás e não te vi
Percebi que cheguei ao final
Tentei até demais
Insisti naquele pequeno espaço entre o sim e o não
Insisti naquele "se"
Se talvez a gente se encontrasse
Se eu explicasse
Se ele me visse
Se ele me ouvisse
Entendi que a melhor forma de continuar, é parando
É fingir que nada existiu
É deixar de ficar tentando...

  © Blogger template Werd by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP