8 de out de 2008

Era uma vez...

E com aquele olhar manso
E seu jeitinho calmo foi se reaproximando
Ela já não sentia mais o corpo arrepiar e nem seu coração estremecer...
Sua pele que por tanto tempo o respirou e esperou, agora observava de longe seus passos
Não entendia para onde isto a levaria, mas pagou para ver.
Os dois livres e desempedidos se encontraram por acaso numa cidade desconhecida, resolveram se conhecer melhor, mas a distância os limitava.
Ela, toda coração tinha a esperança de ficarem juntos.
Ele, pé no chão sabia que o tempo os separaria.
E assim aconteceu...
No começo ela não queria acreditar, mas com o tempo percebeu que era assim que tinha que ser.
Os dois livres e desempedidos se encontraram por acaso numa cidade conhecida e resolveram se reconhecer melhor, mas a distância os limitava.
Agora o tempo já não era problema e nem a distância!
A pergunta era: será que agora vale a pena?
Existem histórias que perdem seu momento e com isto seu encanto também!
Não deixe que ele passe, pois ele não volta!
Não sei se eles ficarão juntos porque na verdade o importante é o que os dois aprenderam com isto e não se no fim a mocinha é salva pelo mocinho.
Talvez este mocinho se transforme em seu melhor amigo e este seja o final feliz!

2 comentários:

Sérgio Balbino disse...

Profundo...

Raquel disse...

Show! E é bem assim que acontece...

Boa noite, Kê!

  © Blogger template Werd by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP