27 de out de 2008

Inseguro

Inseguro é tudo aquilo que nos deixa fora do chão
É tudo o que passa da vontade e vai para o lado da desgraça
Não desgraça no sentido ruim, mas da vergonha
Do medo do fracasso
Inseguro é todo aquele que nos deixam tensos apenas pelo fato de abrirmos a boca
O outro
O que o outro acha do que a gente acha
É o que nos move, para trás
É o que nos paralisa
É o que nos infantiliza
É aquilo que nos dói
E nos destrói
Insegura sou eu em suas mãos
Doces mãos que me esquecem
E que me enlouquecem
Insegura sou eu quando fora do chão
Quando na zona de conforto me tiram
E decidem por mim que agora é hora de voar!

4 comentários:

João Eduardo Q. C. disse...

Ke, pedi para fazerem um teste clicando na minha foto de Halloween do blog e está tudo certo, você se logando com seu e-mail e senha do Orkut cai direto no meu perfil. Bem, mas vou te enviar um convite por e-mail.

Bjs

João Eduardo Q. C. disse...

Ah, acho que já sei qual é problema! Quando a gente está logado no Blogger e tenta se logar no Orkut aparece uma mensagem singela + ou - assim:

"ESTE PERFIL FOI APAGADO E NÃO ESTÁ MAIS DISPONÍVEL."

Se foi isso que você viu, é por conta disso. Você tem que se deslogar do Blogger pra poder se logar no Orkut.

Mas o convite vai por e-mail, também.

João Eduardo Q. C. disse...

Ke, minha amiga dos olhos oceânicos, gostei da blogada, "mãs"...

É perceptível que você escreveu esse ótimo texto sobre a insegurança com pressa, o que afetou um pouco toda a poesia contida nele. O texto é ótimo e com um final belíssimo; merece uma revisão.

Bjs

disse...

Oi Jão!!
Obrigada como sempre pelos comentários aqui...e pela ajudinha para eu te add no kut!

Quanto ao texto...obrigada pela dica, mas era pra sair assim mesmo do jeito que saiu rssss

Não, não sou doidinha não...rssss

bjs

  © Blogger template Werd by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP