25 de out de 2009

E talvez, nem eu

Veja cada sorriso que está abrindo mão
E cada alma que beijou em vão
Lembre-se de todos que você vai deixar, pois eles vão envelhecer
E quando você voltar, talvez não os encontre
Suas vontades e desejos estarão lá
Para onde você está indo
Mas sua raiz e sua historia estão aqui
Onde você não quer mais ficar
Sua ausência vai ficar
Sua ausência que insiste em ser presente
Ausência que insiste de tempos em tempos bater na minha porta e dizer: voltei
Ela vai ficar

Vai, segue seu caminho, não esqueça de dar uma boa olhada para trás antes de largar tudo, pois na volta não vai achar mais as mesmas coisas.

E talvez, nem eu!

Um comentário:

Maria disse...

Cada escolha tem um preço. Algumas, um preço altíssimo. Enquanto ele segue o dele, segue o teu. Quem sabe estes caminhos ainda não se cruzam?!

Meu beijo

  © Blogger template Werd by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP