8 de jul de 2010

Uma velha nova viagem

Ela comprou sua passagem
Pagou um preço por ela
O preço parecia ser o justo
Com o passar do tempo, começou a achar caro demais
Cada rota, cada caminhada era tão dura, tão pesada que já não parecia uma viagem à passeio...
Os caminhos começaram a ser tortuosos, densos e tensos
Foi ai que lhe disseram que fazia parte do pacote comprado
Aceitou e continuou andando por entre os entulhos e lixos
O tempo foi passando e ela se acostumou com aquele caminho
O cheiro já não fazia tão mal
O lixo já era seu cotidiano...
E as pessoas que freqüentavam lá, também pareciam ser normais
Depois de mais algum tempo ela se deu conta que não precisava viver naquele mundo
Ela comprou a passagem, mas não todos os percursos
Dependia dela aceitar ou não aquele tão pouco e tão sujo que davam a ela
Só que ao mesmo tempo que ela tinha consciência disto, ficava com dó de quem ia deixar
Não importava se eram familiares, amigos ou apenas conhecidos
Mas não achava justo deixá-los e por isto prorrogava sua saída

Até que percebeu que não precisava abandoná-los, na verdade não iria jamais abandoná-los, apenas iria viver sua vida longe daquilo tudo e sempre voltaria em visita!

E partiu

Corria em passos largos, feliz da vida, deixando seus cabelos serem preenchidos pelo vento
Atrás dela, só tinha uma sombra que cada vez se tornava mais distante
O Sol batendo em seu rosto, refletia seus anos e sua vontade de viver

- Vá querida! Busque o arco-íris! Sinta o gosto da sua liberdade e seja feliz!

E ela foi!

Nenhum comentário:

  © Blogger template Werd by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP