24 de jul de 2014

Os invisíveis

José, Maria, Ana, Renato, Joel, Fernando e tantos outros...
Eles tem nome.
Eles tem história.
Eles tem vida e muito a dizer, mas não dizem.
Não dizem muitas vezes porque as pessoas não os enxergam, não os reconhecem como seres humanos.

Dependem da caridade de alguns, que por sorte vão tomando força para se tornarem muitos.

Hoje, a minha cama teve outro sentido.
Hoje, a minha coberta teve outro valor.
Hoje, meu café com leite alimentou a minha alma.
Meu banho quente, minha água para tomar, minha moradia se tornaram motivo de agradecimento constante e, confesso, até um pouco de vergonha.

Participar de alguma forma da vida do José, da Ana, do Renato, do Joel, do Fernando entre tantos outros nos tornam minúsculos (como grãos de areia) diante da imensidão da simplicidade, humildade e do amor ao próximo que eles tem.

Eu tenho muito a agradecê-los. Fizeram ver o quanto ainda sou mesquinha, egoísta e o quanto reclamo da vida. Quem sabe, com sorte, eu tenha o mesmo desprendimento que eles tem e o mesmo sorriso que eles nos dão.

Muito bom saber que pessoas como a Marcela e o Lucas existem. Muito bom saber que muitas outras pessoas se sensibilizam e de alguma forma contribuem para que projetos como o "Entrega por SP" exista e se espalhe.

Muito bom saber que eu não sou a única e que posso dizer que participei de algo realmente enriquecedor.

Quem quiser saber um pouco mais acesse o facebook: https://www.facebook.com/entregaporsp 


Nenhum comentário:

  © Blogger template Werd by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP