4 de abr de 2008

Adorei a sua honestidade, mas...

Sempre depois de uma frase destas vem um complemento não muito agradável
A verdade é que ninguém gosta de ouvir a verdade
Parece redundante, mas é a mais pura conclusão que cheguei
E se por acaso alguém provar para mim que o que digo (com fatos) é mentira, eu me comprometo a escrever uma errata!!!
A questão é que as pessoas gostam de ouvir aquilo que para elas farão bem
Estava num processo seletivo interno (promoção) para uma outra filial e fui para a tal entrevista conhecer aquele que seria meu futuro diretor
Num determinado momento termos e nomes começaram a surgir na conversa e aqueles quadrinhos de "blablabla" que aparecem nas histórias do Garfield apareceram para mim...fui obrigada a dizer que certas atividades eu não saberia realizar, mas estaria disposta a aprender!
Fui embora com a certeza que tinha cumprido meu papel e que aquilo seria mais importante do que de fato eu realizar 80% da tarefa que estava me aguardando.
Tempos depois, soube que a minha honestidade foi tema principal de elogios, mas causou insegurança na filial e meu nome tinha sido vetado da escolha.
Tempos atrás, um rapaz que eu já conhecia mas não tinha contato quis fazer um happy hour comigo e uns amigos dele. Topei. Adoro fazer amizades!
O assunto não era exatamente amizade e rolou aquele clima de amigos fazendo brincadeiras com os nossos nomes, ele percebeu minha cara do tipo "não estou gostando".
Semana seguinte ele me convidou para jantar para me conhecer melhor, desta vez sozinha! Novamente o bichinho da honestidade me tocou e resolvi jogar a real: sair para conversar é muito legal, mas caso sua intenção seja algo a mais não vai rolar.
Como resposta tive que ele desejava a minha felicidade e que a verdade era dolorida mas elevava o ser humano, ou seja, ele queria me mandar para algum lugar beeeeem longe!
Uma amiga que sabe da minha aversão a tatuagens tinha acabado de fazer uma e estava eufórica para me mostrar, mostrou, minha cara disse tudo. Ela disse que não tinha graça mostrar a tatuagem para mim...
Na verdade, a verdade dói para quem não quer ouví-la, do contrário você terá duas saídas: mentir ou aderir

2 comentários:

Raquel Mazuco disse...

Kê, já me ferrei muito por ser sincera de mais. É o certo, mas hoje em dia, é muito difícil!
Beijão!

João Eduardo Q. C. disse...

O mundo corporativo é um pé no saco! A gente paga pra entrar nele e em pouco tempo a gente tá rezando pra sair. É uma guerra fria onde você exibe suas armas nos coffee-breaks e as usa nas reuniões. Kê, engula o petit-four e minta mesmo se preciso.

Beijão!

João

  © Blogger template Werd by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP