19 de nov de 2008

O Elemento Amor

É tão fácil
Barato
Divino
É tão doce
Frágil
Benigno
É contagioso
Prazeroso
Intenso
É algo que não nos custa
Mas que por muitas vezes pagamos por ele e aí sai caro
Ele vem dentro de nós
Não precisamos negociá-lo
Ele está aqui, à disposição
Para todos que nos cercam
Para todos que encontramos
Ame sempre e muito
Não por obrigação
Por vontade
Por espontaneidade
O amor só vale quando não determinamos ou impomos condição
Ele é gratuito e só sai caro se você pagou por um falso amor

2 comentários:

Raquel München disse...

É tão triste ter que "pagar" por um amor... É melhor esperar um pouquinho mais... Há tantos corações solitários espalhados por aí! Estamos precisando de mais amor, mesmo...

Beijão, guria!

João Eduardo Q. C. disse...

Ke,

Sua blogada me fez lembrar de duas coisas:

Primeiramente, me lembrei de uma recente black-music que adoro do Timbaland com a Keisha Cole, cuja letra é mais ou menos assim:

(Parte do Timbaland)
...
I have no money
I have no American Express
...

(Parte da Keisha)
...
My love is free!
...

É raro uma black-music ir na contra-mão do que ela prega.

Segundamente, de uma piada:

O rapaz sem grana pede a moça, igualmente sem grana, em casamento.
Antes de aceitar o pedido, ela o questiona: "Mas vamos viver do que, se nos casarmos?"
O rapaz, responde: "Ora, viveremos de amor!"

Casaram-se.

Certo dia, o rapaz chega na pensão onde eles alugaram um quarto e se depara com a sua esposa escorregando, incessantemente, pelo corrimão da escada que dava acesso aos quartos.

Surpreso, ele grita: "Meu amor, mas o que você está fazendo?"

Ela responde: "Ué, não vamos continuar vivendo de amor? Então, tô esquentando a janta!"

Bjs

Voltei a blogar!

  © Blogger template Werd by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP