23 de mar de 2008

Encontro às escuras

E ao fechar meus olhos
Te vi
Numa presença
Numa essência
Que ninguém mais vi
Até seu perfume, senti!
Boca bem desenhada
Rosto sutil
Pele bem bronzeada,
Corpo esguio
Uma beleza aparente
Num semblante feliz
Fecho os olhos novamente
Para não te perder
Quero gravar na mente
Cada detalhe que por ventura esqueci
Quando a gente se encontrar
Saberei logo de cara
Estaremos em lados contrários
E como num tropeço
Encontro seu queixo
E nunca mais te deixo...

Um comentário:

Rô disse...

Oi Ke!!:)
bonita poesia.
é muito bom mesmo fechar os olhos e lembrar pessoas e momentos sublimes.
bjao

  © Blogger template Werd by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP