30 de mar de 2008

Você de ontem!

Saudade é algo que aparece
Não tem lógica
Não tem porquê
Sinto saudade de quem não devo
Sinto saudade do seu beijo
Seu abraço
Suas cócegas
Até mesmo do seu ciúmes
Sinto saudades daquilo que não podia
Do seu tempo
Do tempo em que você ainda era aquele cara
O cara legal
O cara ideal
E ainda me amava
Sinto saudade do nosso primeiro beijo
E do amor que você dedicava
Saudade
Do toque
Da pele
Daquele cara
E aquele cara?
Não me encara...

4 comentários:

João Eduardo Q. C. disse...

Uau! Sua blogada me fez lembrar de uma música do Lupicínio Rodrigues que diz assim:

...
Saudade, diga a aquele moço, por favor
Como foi sincero o meu amor, como eu o adorei tempos atrás
Saudade, não se esqueça também de dizer que é você quem me faz adormecer, pra que eu viva em paz!
...

A música se chama "Nunca" e a Zizi Possi a cantando é tudibão!

Keila, já está convidada a participar do meme! Vou adorar conferir as suas respostas da entrevista.

Obrigado, também, pela presença no meu blog!

Beijos,

João Eduardo

João Eduardo Q. C. disse...

Aaa, que pena! Ripei a música do meu cd pra te mandar, mas vc não disponibiliza um e-mail no seu perfil. Bem, se vc não conseguiu a música, me informe seu e-mail que te mando, certo?

Beijo,

João Eduardo

Carol (Tita) disse...

Querida Kê, não te conheço ainda, mas já gostei, de cara! Primeiro pelo que você escreveu lá na minha Janela! Obrigada, obrigada, obrigada!
Segundo, porque você é amiga do meu muchacho Juanito Completo Cronista!

Gostei demais daqui! Vou linkar você também!
UMa beijoca!

Raquel München disse...

Oi Kê!
Obrigada pela tua visita lá no meu cantinho! Vim conhecer o seu espaço e adorei o que tu escrever, este "texto-poema" está lindo, me lembra as poesias da Martha Medeiros! Vou linkar teu Blog lá no meu, e aparece sempre tá? Beijos!

  © Blogger template Werd by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP