23 de dez de 2008

Amo amando

Te amo ontem
Te amo hoje
Te amo como se hoje e ontem fosse um tempo só
Te amo mesmo sem saber
Te amo por todas as palavras que você não disse
Por todas as flores que não recebi
Por todas as vezes em que você não esteve por perto, porque nem sabia que era eu quem te esperava
Por ter que sorrir quando quero chorar
Te amo porque não sei fazer outra coisa
Te amo pelos abraços
Amassos
E outros passos que ainda nao conheci
Te amo porque descobri que você existe
Por cada pedaço de mim que te espera, nem sempre pacientemente
Eu te amo mesmo sabendo que a poesia será repetitiva, redundante
O amor é redundante
E porque sei que está ai, bem pertinho
E que falta pouco, muito pouco para ficarmos juntos por muito mais tempo
E por te amar tanto, não sei mais o que é gostar...

3 comentários:

Tiago disse...

Oi! Vim pra agardecer o comentário sobre o "Bartolomeu"...

Não sei o quanto conheces a Carol e se ela te comentou sobre a produção, mas saiba que o filme foi feito com muito carinho e dedicação... e o reconhecimento é a melhor coisa que poderíamos receber em troca. Muito obrigado!

Se quiser, entra na nossa comunidade do orkut:
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=48970985

Até mais!

Leosoul disse...

Estou de volta para me envolver em suas palavras amiga
bjos...

Anônimo disse...

Muito bom o que vc escreve!!!!
São palavras vindas do coração
Continue sempre assim pq vc faz bem às pessoas que leem e principalmente à vc!!
Bjinho
Grá

  © Blogger template Werd by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP