5 de jan de 2009

Alguém nem sempre é alguém

Engraçada esta vida...
Passamos por uma infinidade de pessoas
Conhecemos vários tipos, dos mais reservados aos mais expansivos
Conhecemos pessoas com máscaras e sem.
E o mais estranho de tudo é que existem pessoas que a partir do momento que aparecem em nossas vidas, acostumamos de cara.
É o jeito, a sintonia, a química, a qualidade dos pensamentos, a risada, o tom de voz e até mesmo o silêncio. Aceitamos seus pontos fracos, seus medos e até mesmo seu humor ou melhor dizendo seu mau humor.
Do anonimato se torna tema principal de sua vida, você conta os dias para reencontrar, conversar, trocar experiências e vivências.
Mas também do papel principal estas pessoas podem voltar ao anonimato.
Em segundos...
Uma caida de máscara já é o suficiente para que ela volte para ser mais um igual há tantos outros...
Engraçada esta vida...alguém que era ninguém se torna alguém para você e em poucos minutos volta a ser ninguém!

6 comentários:

Anônimo disse...

Se eu conseguisse entender o que se passa dentro da cabeça de poucos eu teria uma boa resposta pra vc... mas não...
Acho que as pessoas deveriam vir com uma bula de indicações, contra-indicações e principalmente efeitos colaterais.
Assim a gente saberia bem onde estariamos pisando rsrsrs
Bjooooooooo
Grá

disse...

Pois é Grá, vc tem razão...se soubéssemos indicações, bula, posologia, contra-indicações, efeitos colaterais e prazo de validade...estariamos imunes a esta doença chamada amar.

Sérgio Balbino disse...

Bom...

As pessoas insistem em usar máscaras. Umas mais, outras menos, mas uma hora sempre cai! Já usei máscaras (e não me orgulho disto), mas ví muito mais usarem comigo que o contrário! E hoje é o que mais vejo, pessoas tentando ser o que não são!

Belíssimo texto irmã!

Bjo no coração!

Leosoul disse...

A vida é feita de máscaras, ou papéis sociais que assumimos é verdade... E interessante essa oscilação e velocidade do qual uma pessoa entra e sai na nossa vida. "As vezes construimos sonhos em cima de grandes pessoas... o tempo e descobrimos que grande mesmo eram os sonhos e as pessoas pequenas demais para torná-los reais" B.M.
Isso mostra o quanto nossa jornada é individual e o quanto somos insignificantes perto do palco da vida.
um grande bjo ke
adoro seus escritos...

João Eduardo Q. C. disse...

Oi, Ke.

Eu acho que todo mundo usa máscaras. Esse lance de "eu verdadeiro" é coisa de Big Brother afim de 1 milhão, que por sinal já é uma máscara de bom mocismo bem clichê.

Eu gostei de você blogar assim sem poetizar, bacana mesmo. Logo mais eu volto.

Bjs

disse...

Pois é Sé, as pessoas usam máscaras, mas elas sempre caem, mais cedo ou mais tarde...esta é a sorte! =)

Léo
Obrigada pela visita!
Bjs

Joao
Volte e LOGO mesmo

bjs

  © Blogger template Werd by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP