18 de fev de 2008

Palidez escura

Pele clara na pele escura
Uma dose de mistura
Lábios finos
Mãos grandes
Cabelos lisos
Traços fortes
Os corpos se confundem
Sol, Lua
Manhã, noite
Na praia, na montanha
Você nas minhas entranhas
Eu na sua etnia
Você já sabia
Que tudo isto se faria
O tempo demora
A tua mão decola para outros corpos
E aterriza em mim
Um encontro assim
Às escuras
Cheio de cores
Com dissabores
Vários amores
Desencontros sutis
Calores juvenis
Em momentos de verniz
Não podem passar em branco...
O fato de saber que este tempo foi pra valer
Já transforma a demora numa doce espera
Fico aqui, a seu bel prazer
No escuro

À espera da sua fala clara
Do seu corpo negro no meu corpo pálido!

Nenhum comentário:

  © Blogger template Werd by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP